Que tal conhecer um dos maiores museus da Europa sem sair do cinema? A proposta é interessante, principalmente se o realizador for o experiente Frederick Wiseman, grande referência quando o gênero é o documentário. National Gallery é longo, assim como uma visita a vasta coleção do museu e suas 2.300 pinturas de diversos artistas e períodos.

Wiseman apresenta boa parte da rotina do museu, desde a preparação para receber o público, conversas administrativas, cursos de formação, eventos, etc. Dessa forma torna o espectador um participante de uma rotina pouco conhecida como o processo de restauração e os bastidores administrativos do museu.

As primeiras duas horas de projeção são de grande interesse para o debate do papel do museu contemporâneo. Qualquer decisão passa por um grande debate sobre o resultado de ações para a imagem do museu que pretende ser popular sem deixar de ser erudito. Talvez esse seja o principal dilema dos museus clássicos frente a tantas mudanças de nossa sociedade.

A experiência do espectador ao assistir National Gallery é parecida a de um profissional recém contratado. Imagine que você acabou de ser admitido por um museu e que aos poucos conhecerá cada departamento e sua rotina. Trata-se de um resultado proveniente da densidade na abordagem do tema. Poucas vezes a câmera de Wiseman sai de dentro do museu. Ficamos restritos aquele espaço e suas obras. Nesse ponto o filme desenvolve um papel importante ao detalhar artistas e movimentos. As visitas guiadas são essenciais e Wiseman explora bem o recurso, seja acompanhando adultos ou mesmo crianças.

A metalinguagem também está presente no documentário. Wiseman filma equipes de reportagem e programas de TV atuando dentro do museu. O som tem papel de destaque, toda o ambiente sonoro do museu é amplificado. Mas tanta exploração acaba, por fim, cansando o espectador. Talvez uma redução na última hora do filme contribuisse para o alivio dos espectadores já que os pés começam a doer e percebemos que não é possível conhecer o museu em um dia. No fim, uma grande experiência, um filme para os amantes de museus e, principalmente, da arte.

Assista ao Trailer de National Gallery

Anúncios