O diretor chileno Sebastián Silva, que recebeu diversos prêmios com “A Criada” (La Nana) em 2009, faz sua primeira incursão no cinema americano com “Crystal Fairy e o Cactus Mágico”. Na verdade o filme se passa todo no Chile porém seus dois principais personagens são americanos e o filme é quase todo falado em inglês. Michael Cera, que se tornou um dos atores queridinhos dos filmes indies americanos, apresenta uma atuação interessante que vai um pouco além do papel do garoto inocente em Superbad ou Juno, e Gaby Hoffmann, que teve passagem por grandes filmes americanos quando mais jovem, porém andava escondida em papéis menores, também faz boa apresentação. O filme ganhou o prêmio de Melhor Diretor em Sundance, onde o diretor já havia levado prêmios com seu filme anterior.

O filme mostra o trajeto de Jamie (Michael Cera), três amigos chilenos e Crystal Fairy (Gaby Hoffmann) em uma viagem pelo Chile em busca de uma droga com efeitos parecidos com mescalina, feita a partir de uma espécie de cactus local. Os personagens porém soam por demais caricatos, Jamie sendo um jovem afobado que só pensa na “viagem” que terá com a receita e que apesar de pensar ter cabeça aberta ainda tem muito o que aprender, e Cristal Fairy figura como uma neo-hippie bastante exagerada, na qual o diretor parece querer fazer graça de tipos parecidos.

Mesmo com os atores principais se esforçando, os personagens acabam não tendo tanta força, nem mesmo uma tentativa no final do filme de se tratar aquilo tudo com um pouco de seriedade, consegue salvar o que já havia sido feito. Os outros personagens, três irmãos, parecem estar ali apenas para servirem de tradutores entre os protagonistas e os chilenos, apesar de estarem quase sempre em cena, nada adicionam ao filme. Interessante notar que soam mais reais do que os exagerados Jamie e Crystal.

Ficamos esperando por um momento mais interessante que acaba nunca chegando, o filme acaba sendo uma experiência incompleta e desnecessária. Provavelmente “Crystal Fairy” terá seu público, os filmes indie têm seus fãs fiéis, porém não deve passar de uma experiência rapidamente esquecível pela maioria dos espectadores.

Assista ao trailer de Crystal Fairy

Anúncios