Com imensa felicidade, tive a oportunidade de acompanhar uma aula do mestre Walter Salles, durante o lançamento de Na Estrada, o cinema de Walter Salles, cinebiografia escrita pelo crítico Marcos Strecker. Não bastasse o lançamento do livro e a aula sobre Road Movies, os presentes foram agraciados com trechos inéditos do documentário Searching for On the Road, obra em desenvolvimento que narra a dificuldade de execução do filme baseado no livro de Jack Kerouac. Com depoimentos de Francis Ford Coppola, Dennis Hopper entre outros, Searching apareceu pela primeira vez em um cinema brasileiro.

Desconhecemos o caminho que Walter adotará para realizar o filme, mas suas angústias e as de outros (Godard, Coppola, Van Sant, etc) que tentaram adaptar a obra são tão interessantes quanto o próprio objeto a ser filmado. Tais dificuldades também são citadas no livro de Strecker, por sinal de uma leitura fluente como poucos da área. Encantado com a simpatia de ambos, gostei principalmente dos depoimentos de Walter enquanto diretor preocupado com o coletivo que cerca o cinema e aberto a imprevisibilidade que aparece durante as filmagens.

Walter enfatiza que tal abertura só é possível com a existência de um roteiro forte, onde a espinha dorsal já traçada permite a inserção de complementos não previstos inicialmente. O principal exemplo talvez seja o de Diários de Motocicleta, produção com diversas curiosidades como a descoberta de um garoto guia no Peru, importante para a consolidação da viagem dramática dos personagens. Além da exposição de cenas, Walter destacou suas principais influências como Win Wenders, Antonioni e Mário Peixoto fundamentais na carreira do diretor e cinéfilo.

Depois de mergulhos no cenário nacional com Terra Estrangeira, Central do Brasil e Linha de Passe, Walter prepara-se para outra excursão transnacional com On The Road. Sua escolha por  Coppola, detentor dos direitos, parece atender a necessidade de um olhar estrangeiro sobre um livro tão difícil de ser adaptado. Apesar de confirmações relacionadas ao elenco, o diretor prefere manter o enigma, só acreditando na realização do filme com a última claquete. Enquanto isso um dos diretores brasileiros mais importantes demonstra muita humildade e simpatia mesmo quando atacado por dois fãs como visto na imagem acima.

Anúncios