impacto

Em uma manhã parecida com todas as outras, caminhava em direção ao colégio. Por anos o percurso era o mesmo, uma subida íngreme levava ao local no qual estudara por longos 15 anos da minha vida.  Não lembro se o sol estava forte ou se a bola de volei já estava na sala, aguardando o rajar do sino para subir no intervalo. Todas as memórias que envolvem este dia estão presas a uma imagem catastrófica. Não sabia, mas aquela terça-feira ficaria registrada na História da Humanidade.

Na aula de matemática a professora corrigia os exercícios, dando as respostas das principais questões que cairiam na prova. Na ciência algumas vezes o percurso é mais importante que o resultado final. Abaixado sobre o caderno, percebo que um amigo ouve as notícias do momento, chocado ele diz a todos que um atentado paralisava o Big Brother americano. No corredor muitos entram na sala de projeção, o caminho era curto mas a volta seria longa. Os professores não resistem, sabiam que o momento era grave.

A Televisão, disposta no meio da sala, registrava um prédio em chamas, enquanto alunos gritavam – Foi um avião, um avião. Mas como uma aeronave se chocaria contra tal construção? Erro humano? Antes da resposta, uma outra colisão deixaria todos hipnotizados. Aquilo não era ficção, era real. O canal repetia a cena e as aulas de inglês serviriam para decifrar o significado da mensagem USA Under Attack! Em todos os canais, a cobertura do então principal acontecimento do século XXI.

Com profunda tristeza pensava nas pessoas dentro dos prédios e aviões. Ainda não tinha criticidade suficiente para perceber que a mesma crueldade era exercida contra os arquitetos daquela destruição. Aquele fato não seria o ínicio ou fim de um conflito, apenas uma resposta insana a quem  não tinha sido apedrejado na própria casa. Não houve outro assunto durante todo o dia, no decorrer das aulas todos só lembravam da cena que estamparia os principais jornais do mundo no dia seguinte.

Na sequência a ruína simbólica do capitalismo era motivo de festa para alguns enquanto sofrimento de outros. Assistir a tal evento ao vivo foi uma das experiências mais chocantes que já tive. Há oito anos atrás, o atentado contra o World Trade Center era o acontecimento mais comentado do mundo. Hoje, uma imagem para ser lembrada e refletida – Quantas bárbaries deixaremos de herança para nossa História?

Anúncios