comodorojurassicpark

O Meu primeiro contato com a sala escura foi prematura. Não tenho lembranças pessoais, mas segundo relato de minha mãe essse encontro fora em uma sessão de Indiana Jones e o Templo da Perdição no Cine Arouche. Hoje o famoso cinema do Largo próximo a República foi tomado por uma programação de filmes eróticos que em nada lembram seu repertório do século passado.

Os cinemas da região central da cidade marcaram minha infância. O cine comodoro tinha a maior tela de São Paulo. Situado na Avenida São João, junto com outros belos cinemas, o Comodoro era algo além de uma simples sala-escura pois preservava uma arquitetura particular do auge dos cinemas paulistas. Era como caminhar entre o Neon da História das Salas de Cinema já que o Comodoro foi inaugurado em 1959, mesmo ano de nascimento da minha querida mamãe.

O destino fora cruel com os cinemas da Avenida São João e nenhum resistiu ao passar dos anos. Meu amado Comodoro virou estacionamento e sofreria posteriormente com um incêndio no ano de 2000. Poucos que passam em frente ao número 1462 reconhecem o cinema que foi desativado em março de 1997. Os motivos para o fechamento são variados, porém é fato que a má administração e o crescimento da construção de cinemas em Shoppings foram os principais.

Saindo da Avenida São João e caminhando até a Ipiranga temos outros exemplos de cinemas que não resistiram as mudanças significativas do tempo. Enquanto algumas salas da região seguiram a tendência do Cine Arouche, outras faliram e fecharam. Porém uma noticia surge como esperança para aqueles que ainda acreditam na força dessas salas.

Em um projeto arquitetônico que contou com a colaboração de Rui Ohtake, o cine Marabá volta após 3 anos. Restaurado e Modernizado, o cinema da Avenida Ipiranga fragmenta-se em 5 salas, ganhando equipamentos de última geração e tratamento digno de sua grandeza. Talvez a iniciativa ajude a promover novas reformas na região central, há tanto tempo abandonada pela administração pública.

Uma Fênix renasce no coração da cidade.

Anúncios