banksy

Quem disse que grafite não pode ser considerado “Arte”? E o muro não pode ser transformado em uma tela?

Talvez o movimento artistico propulsor da dúvida sobre o que é ou não é Arte tenha sido o Dadaísmo. Marcel Duchamp e sua trupe colocaram uma eterna dúvida na cabeça de diversos críticos. Porém esse questionamento passa longe do trabalho do britânico Banksy, um artista que usa o grafite para dialogar com a sociedade.

banksy-3

O trabalho de Banksy é conhecido mundialmente e as fotos de suas obras já percorreram o mundo. Um dos trabalhos que destaco foi realizado em um muro que corta a Palestina. Na obra abaixo, Banksy faz uma crítica ao conflito inesgotável entre Israel e Palestina.

33816929_11886a9ac0_o

No Brasil temos o trabalho da dupla osgemeos que infelizmente tem mais reconhecimento internacional do que nacional. Uma pena que essa expressão artistica ainda sofra preconceitos, não há dúvidas que o grafite é uma reação natural ao movimento de urbanização acelerado que provoca desigualdades grotescas em uma mesma cidade. A periferia, região que abriga boa parte destes artistas ainda é vista com desconfiança por aqueles que tendem a julgar e divulgar a Arte em nosso país. Porém é inegável que essa e outras expressões artisticas, antes marginalizadas, estejam ganhando notoriedade, mesmo que este destaque esteja longe do ideal.

A transferência de crime para Arte é clara quando tratamos o grafite nestes últimos anos.

Anúncios